sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Pó de arroz!

Quarta feira, jogo do Fluminense. Vários, eu disse VÁÁÁÁÁRIOS, torcedores em frente à faculdade. Só pára completar o cenário, eu vi uma cena extremamente bizarra assim que cheguei no ponto de ônibus. Um cara tava quebrando vidro traseiro do ônibus com uma mochila. Não só tentou, como foi bem sucedido! O vidro caiu todo no chão e o cara tava dentro ônibus terminando de tirar os caquinho ainda com a mochila. Eu, espertamente, resolvi fugir antes que as coisas ficassem mais loucas do que já estavam. Pensando assim, peguei o primeiro ônibus que de alguma maneira me levaria para casa.
Peguei um ônibus relativamente vazio, que daria uma volta maior e me faria pegar dpois ônibus. Mas me faria voltar pra casa com um mínimo de conforto e me tiraria dali logo.
Estava eu, tranquila, pensando na minha vidinha, coisa que eu costumo fazer muito quando estou sozinha no ônibus. Quando eu percebi um movimento pelo canto do olho. Quando me virei para o que era, só pude ver um cara atirando alguma coisa. E um segundo depois essa alguma coisa foi direto na minha cara! DI-RE-TO!IN MY FACE! Vocês sabem como é ruim a sensação de que alguém que você nunca viu te atirou alguma coisa, que você não sabe o que é e não sabe por que?
Algo que parecia um saco plástico, caiu direto de volta pela janela antes que eu visse o que era! Mas sabia que no encosto da cadeira onde eu tava, ficou um pó branco! Eu não tinha ideia do que poderia ser.
No dia seguinte, depois de rir horrores da minha cara, Linhares falou que era pó de arroz! Pó De Arroz, cara! Eu fugi da torcida do Fluminense pra me jogarem pó de arroz no meio do caminho! Você tem noção de Murphy? Pois é, foi basicamente ele que tacou o saco de pó de arroz. Pra completar tudo, hoje de manhã recebo uma mensagem do Luiz me chamando de Gueixa (por causa do pó de arroz ¬¬'). É, meus amigos não valem nada... Mas eu gosto deles mesmo assim.

Um comentário:

Carlos Eduardo Vieira de Moura disse...

Viu? Se fosse torcida do meu time, você tinha sido, no máximo, assaltada. =D