segunda-feira, 7 de junho de 2010

Presente e Susto!

Hoje, depois da aula, essa que vos fala foi na rua comprar o presente do pai dela que faz aniversário nesta 4ª! Ele faz 47 anos. Descobrir o que comprar pra ele não foi a coisa mais difícil do mundo, era até bem óbvio. Comprarei um chapéu. Mas um chapéu maneiro! Tipo uma coisa bem gângster. É... meu pai gosta de chapéu assim. Ele é meu pai, gente! Normalzinho ele não poderia ser. Um que ele gosta muito também é o chapéu Panamá, mas um legal desse tá um pouco fora das minhas posses.



Então estava lá eu, na loja. Com três chapéus diferentes nas mãos na frente do espelho experimentando vários modelos que ficam enormes em mim pra saber como ficariam nele. Deixa eu explicar melhor. A genética em mim funcionou da seguinte maneira: 98% dos genes do meu pai vieram pra mim. Minha mãe contribuiu com 2% só pra eu ser filha dela mesmo. Resumindo: Desde a minha risada escandalosa, passando pelo meu temperamento até minha sutileza que me é peculiar, as reclamações são com ele. Herdei tudo dele!
Então, estava eu experimentando até achar uma chapéu maneiro. Achei!Eeeeee! Fui eu feliz e contente pra fila pagar. Estava eu usando o chapéu até que chegou a minha vez. Quando a mulher ia passar meu cartão (música de suspense), ouvimos um grito. Mas não foi um grito qualquer. Imagina a seguinte cena: Vocês está em um cemitério à meia noite (deixa eu criar um clima) quando de repente surgem na sua frente Jason com uma serra elétrica e o Freddy Kruger e suas facas Ginsu embutidas que cortam até as meias Vivarina! Imagina como você gritaria??? Pois é, o grito que a gente ouviu foi assim! É sério. E a mulher não parava de gritar. O que acontece quando alguém grita??? Sim! As pessoas fogem! E foi o que elas fizeram. Todo mundo em volta começou a correr.
Eu com a minha calma invejável (¬¬') já ia correr também. Quando eu me virei com o que eu dou de cara? Uma mulher com uma cara de desespero com o filhotinho dela no colo. Aí é que eu me assustei mesmo!
"Moça! Se esconde aqui!" Em dois segundos tinha trocentas pessoas abaixadas atrás do balcão enquanto a mulher ainda gritava. Eu pensando: "Droga! Eu só vim aqui comprar o presente do meu pai! E agora vou ficar aqui com esses caras armados."

Pausa para explicação: A minha imaginação, se não controlada, vai embora! E não adianta nem dar tchau! Porque quando você pensar em dar tchau, ela já tá looooonge! E na minha cabeça já tava tendo um arrastão dentro do shopping e tinha gente armada andando pelos coredores. E isso sem sequer ouvir um disparo.

Logo depois o povo começou a se acalmar e veio a explicação. Sabe o que tinha acontecido? Um mulher caiu da escada. Pausa para o seu olhar de desprezo (¬¬'). É sério. E não foi nem a que caiu que tava gritando. Foi uma mulher aleatória que viu ela caindo. Acho que ela tinha a imaginação igual a minha, e quando a mulher tropeçou, ela já tava vendo a mulher sendo engolida e triturada pela escada rolante no melhor estilo Old school slasher!
Pois bem, no susto, a minha pressão caiu, eu tava tonta, tremia toda. E isso porque uma LOUCA resolveu gritar! E a mulher que caiu. Ela machucou o braço, mas tava bem! Não tava abalada, não tava se torcendo de dor, não foi engolida por uma escada rolante demoníaca... enfim! A mulher tava muito bem, apesar de um machucado no braço! E eu quase botando meu coração pela boca! O nenem acordou... E nem ele gritou! A mulher maluca tava chorando loucamente. Ainda não entendi porque.
Aí foi aquele clima estranho. Todo mundo saindo de trás do balcão, com vergonha de ter se assustado tanto e corrido. Paguei meu chapéu e vim embora me segurando nas paredes com as pernas tremendo. E por todo mundo q eu passava, só ouvia aquilo. "Nossa, que susto!", "Eu já tava correndo", "Me escondi no provador"...
É por isso que em nome de todas as pessoas de pressão baixa, que quase desmaiam com um susto muito forte, eu peço: Por Favor!!!! Manerem seus ataques de histeria no meio da ruaaaaaa!!!!!!!!!!!!!!

4 comentários:

Richard Spencer disse...

Frekazoid: *Grito*
Hahaahahaha

Histeria, uma terceira guerra mundial está por vir por causa desse grito!

Antonio de Castro disse...

Sabe esse menino aí em cima?
Várias vezes eu vi ele narrando o texto.

Vcs devem estar andando muito tempo juntos, porque como eu sei q vc é original, o Luiz (ou Richard Spencer, como ele preferir) deve estar "roubando" coisas da sua personalidade, Susana. Cuidado.

"Feliz e contente", "pessoa aleatória" e por aí vai.

Mas eu me peguei rindo com o climão de suspense no shopping. Me lembrou uma série de livros que eu lia qd mais novo, Rua do Medo. Hilário.

Foi uma boa história a ser contada. Foi uma história bem contada.

Su disse...

Eu também lia A Rua do Medo! Tão legal! E via Goosebumps na TV.
Pois é, é muito tempo de convivencia mesmo, menino! Vou ficar de olho nele! hihihihi

CAMPANDAWEDAS disse...

Gostei ;D